page contents

Como fotografar seu pet

Tempo de leitura: 6 min

15 dicas para fotografia de pets

Quando fazemos imagens que são sempre uma delícia de olhar, perguntamos qual é o segredo para deixá-los tranquilos?

Hoje vou te mostrar como fotografar seu pet, para que você domine todos os fundamentos de uma boa fotografia decorativa e com alto valor emocional.

Assim obtemos imagens lindas e muito fofas que todos amam compartilhar. Agora vamos falar de como você toma o controle e transforma seu cachorro, gato ou seu amigão favorito na mais nova sensação das redes sociais e ainda pode decorar a casa com belos quadros e um poster na sala.

Cães, gatos e crianças dão belíssimas fotos, mas hoje vamos falar apenas dos bichos e vou fazer um post muito legal para fotos de crianças. Bichos de estimação são populares e muito amados. 

Para tirar boas fotos de seu animal de estimação, você precisa de uma coisa acima de tudo: Muita paciência, muita prática e muitas vezes uma boa interatividade, porque na maioria das vezes você não pode ficar quieto e parado por muito tempo. Todo dono de cachorro quer belas fotos de seu incrível amigão. Agora, vou mostrar como fotografar seu pet, veja algumas dicas para fotos perfeitas de cães.

Sessão fotográfica do seu pet

Como fotografar seu pet
Usando a composição e a luz, teremos uma obra de arte.

01 – Pegue uma escova para deixar o pelo impecável. Um pelo bem cuidado sempre parece melhor. Para manter a boca e os olhos limpos, recomendo usar apenas um pano limpo em caso de necessidade.

Não agite demais o seu cão antes da sessão fotográfica. Assim ele mantém a energia para todo o trabalho e fica mais alegres nas fotos. Prepare um pacote com uns biscoitos, mimos e brinquedos que ele goste. Seja determinado e amável nas ordens para ele obedecer sem se estressar.

02 – Um lugar tranquilo e sem muita gente. Principalmente sem outros cachorros ao alcance dos olhos. Pense como um ensaio fotográfico tradicional, em que um fundo tranquilo e limpo traz melhores resultados. 

03 – Trabalhe com fundos desfocados, para isso prefira lentes com grandes aberturas e uma distância focal um pouco mais longa. Uma lente que dá um bom resultado é a clássica objetiva 85mm f1.8. Quando me perguntam como fotografar seu pet, eu sempre gosto deste tópicos dos equipamentos.

Escolha um olhar sedutor

04 – Mantenha o foco na linha dos olhos para dar mais impacto nas suas imagens. Aproveite a beleza dos olhos e deixe a maior nitidez possível. Assim suas imagens vão ficar mais vivas. Dispare muitas vezes e concentre-se nos cliques, não pare a todo momento para olhar o que fotografou.

05 – Faça ótimos closes. Aproveite a distância focal para ter belas imagens da expressão dos olhos, focinho e orelhas que dão um excelente resultado e você vai ter fotos lindas para sempre.

Brincar e se divertir é parte da rotina

06 – Se o seu cachorro curtir uma bagunça e uma correria, você vai precisar do modo de disparo contínuo e trabalhar com imagens mais abertas para mostrar a interação dele com o ambiente. Se você ainda não sabe como fotografar seu pet? Aproveite para fazer umas fotos dele saltando. Uma velocidade de obturador mais alta será necessário, mas pode ter certeza que terá fotos incríveis que todos vão amar.

Fotografe na linha dos olhos

07 – Faça muitas fotos sentado no chão para destacar a linha de visão do seu animal de estimação. A visada na altura do cachorro revela contornos que não observamos na rotina diária. Não fotografe de cima pois você aplica uma certa distorção nas fotografias.

Sua foto bem natural é sempre a melhor

08 – Cães muito pequenos e gatos ficam melhor quando estão em um lugar mais elevado. Os detalhes ficam incríveis se você estiver abaixo, quem sabe na linha do chão. Eu sei que as vezes não vai dar certo encontrar este lugar, mas se tiver aproveite. Você vai me agradecer por esta dica.

Gerencie as emoções

09 – Uma questão importante é o seu controle sobre a reação do seu cachorro. Você precisa manter o olhar dele na sua direção e como você estará uma câmara no rosto o que naturalmente muda a sua aparência. Uma pessoa para te acompanhar e que o cachorro obedeça, será necessário para o sucesso do ensaio fotográfico. A questão principal é guiar o seu olhar e o do seu cachorro para o mesmo ponto e objetivo.

10 – Use sua voz de comando e expressões faciais para que o cachorro note que é você atrás daquele equipamento ruidoso e de aparência mecânica. Seu amigo preciso se sentir protegido em um ambiente familiar.

11 – Escolha um horário que tenha uma boa luz. Recomendo no início da manhã, pela temperatura e pela luz suave. Evite o sol forte pois os detalhes, as cores, nuances e texturas serão perdidos.

No Brasil principalmente devemos evitar os horários das 10 da manhã até as 16 horas. Depois disso a luz está mais suave. Outra opção é aproveitar um dia nublado e claro. Esta luz é bem difusa e com uma ótima temperatura de cor.

Tranquilidade e uma sintonia é o que você precisa.

12 – Como fotografar seu pet com pouca luz? Evite usar o flash. O relâmpago da lâmpada tira a naturalidade do ambiente e deixa os pets mais agitados, pois eles não compreendem bem aquela luz tão forte, que passa ser uma fator inibidor e estressante para os bichinhos. Claro, seu o seu animal estiver acostumado com luz de flash, pode aproveitar e abusar desta fonte de luz que está sempre disponível.

Trabalhe detalhadamente os contrastes

13  – Pêlo claro ou pêlo escuro. Eis a questão. Claro que para você isso não tem a menor diferença. Porém para a câmara fotográfica isso influencia muito. Os detalhes em ambos os casos podem se perder pelo excesso ou falta de luz na exposição. Então a fotometria e a sua experimentação serão o fator de sucesso nestas fotos.

Antes de tudo faça testes com a medição pontual de sua câmara para determinar qual vai ser o ajuste correto e siga o que deu certo. Se a cena ficou exposta corretamente e os detalhes do seu cachorro ficaram destacados, é isso que importa. Claro que o fundo, cenário poderão ter variações, mas isso é secundário neste caso.

Liberdade leva a criatividade

14 – Deixe seu cachorro ser um cachorro! A vida rotineira é chata, certo? Deixe seu cão correr, brincar, cavar buracos: Isso é o que cria belas imagens com significado. como fotografar seu pet?

  • Varie as fotos
  • Fotografe na vertical e outras na horizontal.
  • As imagens geralmente são mais dinâmicas no formato retrato.
  • As imagens devem ser divertidas para o seu cão, por isso não o sobrecarregue e seja paciente com ele!

Definição da câmara

15 – Configurações da câmera para fotografia de cães. Qual modo de câmera usar? Se você já domina bem a sua câmara, prefira o modo manual. Você vai ter todo controle e os resultados serão do jeito que você espera.

Calma, se você ainda não domina tanto, fique tranquilo e escolha o modo “P” ou prioridade de velocidade para ter os movimentos congelados enquanto o seu cachorro pula e corre. Claro que você precisa de uma velocidade alta, 500 é um bom valor para começar a sua avaliação. Experimente e vá ajustando durante a sessão e desenvolva a sua técnica de como fotografar seu pet.

16 – Catalogando e editando suas imagens. Esta parte é mais uma festa, você vai se divertir tanto quanto na sessão fotográfica e vai ver como cada imagem tem uma história envolvida. É uma experiência tão enriquecedora que logo você vai preparar mais uma sessão e logo teremos material para levar para uma galeria e até quem sabe para um livro.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Junte-se à Comunidade de Assinantes

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

%d blogueiros gostam disto: